quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Será que ouvi um mamã?!?

Ontem peguei o Ciro na creche e quando chegamos em casa ele começou a brincar e tagarelar, como sempre faz. Eu estava preparando sua vitamina quando no meio daquela tagarelice toda escuto um "mã". Para tudoooo! Fui correndo pro pequeno e pedi para que repetisse e ele falou de novo "mã-mã-mã"!!! Não é lindo? Explodiu dentro de mim uma emoção tão grande que cheguei a ficar arrepiada. No resto da noite ele continuou com o "mã".

Não sei se ele falou o mã-mã com intuito de me chamar, porque ficava saindo pela casa falando mã como faz com todos os fonemas que aprende a pronunciar. Mas que foi gostoso demais de ouvir isso foi.

Hoje de manhã, quando acordamos, óbvio que fui lá pentenlhar o príncipe para que repetisse o feito, mas acho que ele estava a fim de tirar uma com a cara da mamãe porque todas as vezes que eu pedia para ele falar "mamã" ele me respondia "Tatá" (que para quem não sabe, é meu apelido). Até o papai achou hilário!

Outra coisa que aconteceu hoje que adorei foi quando dei a mamadeira com o leite para ele, coloquei-o sentadinho no meu colo e falei em seu ouvido "Te amo filho." então ele estendeu a mãozinha e fez carinho no meu rosto. No resto do tempo terminou a mamadeira de mão dada comigo, fazendo carinho nos meus dedos.

Tem coisa mais maravilhosa????????????????????

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O Ladrão de Raios

Faz tempo que não indico nenhum livro aqui no blog, mas anteontem terminei um que me surpreendeu. Sempre fui fã de mitologia grega e adoro livros que abordam o assunto. Então maridão, lindo como sempre, quis agradar e me deu de presente o livro cujo nome é o título desse post.

Só que esse livro segue uma linha teen, no melhor estilo Harry Potter. Fiquei meio assim para ler, porque não sou muito chegada a esse tipo de leitura, mas confesso que há tempos um livro não me envolvia tanto, de estar morrendo de sono e brigar com os olhos só para conseguir ler mais uma página... Li o livro em 4 dias e já estou esperando o Gabi me dar o próximo.

Ao todo são 5 livros que falam da história de Percy Jackson e os Olimpianos. Segue a sinopse:

Neste livro, o autor conjuga lendas da mitologia grega com aventuras no século XXI. Nelas, os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga.
Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade.


O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos - jovens heróis modernos - terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Dona Galinha e seu Pintinho

Ultimamente tenho que tomar cuidado quando me viro. É que ganhei uma sombra de 77 cm muito bonitinha me segue pra tudo que é canto, até no banheiro, rsrs. Quando vou para qualquer lugar, posso contar até 3 que sei que o pequeno vai aparecer. É tão fofo... Ciro vem e fica brincando nos arredores da minha perna. Ele está bem na fase de grude com a mamãe. Tenho que aproveitar, porque daqui a pouco ele descobre o Super Papai e só vai querer saber de "coisas de menino"!!

Outra coisa muito legal que o príncipe faz é pegar na nossa mão e pedir pra gente cantar, aí ele começa a dar pulinhos e dançar, com o bocão aberto e todo sorridente. Estou tentando filmar uma dessas, mas ele sempre faz quando estamos desprevenidos.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Aconteceu no fim de semana

Esse final de semana não teve muita coisa de diferente dos outros. Fomos na casa da bisa Helena e depois encontramos com os futuros pais da Bibinha (ela ainda não tem nome), a Márcia e o Guiga.

No domingo fomos passear no Palácio do Catete (aliás, excelente passeio para quem tem criança pequena) e Ciro ficou encantado com a casa das borboletas. Armaram uma estufa (não sei por quanto tempo ficará lá) que você entra e fica no meio de várias espécies de borboletas voando ao seu lado. Pequeno também ficou doido com os gansos e patos enormes do lago. Queria, inclusive, nadar com eles. Peguei o príncipe no ato se preparando para entrar na "piscininha" (de novo tirei várias fotos, mas ainda não baixei). Terminamos o domingo na casa da minha mãe, para a comemoração do seu niver.

Quanto ao pequeno, fico tentando guardar tudo de legal que vejo ele fazendo para registrar aqui no blog. Só que acabo esquecendo. Ele está tããão engraçadinho e esperto. Está fazendo muita coisa legal e interage pra caramba. Como ele consegue ser tão expressivo e comunicativo sem dizer ao menos uma palavra... bem, uma palavra que eu entenda, rsrs.
Ah, lembrei de uma: Ele sabe que preparamos a mamadeira na bancada da pia e que seus biscoitos ficam na mesa da cozinha. Então, quando ele quer mamadeira ela pega nossa mão, leva até a cozinha e aponta para a bancada e quando quer biscoito faz a mesma coisa, só que aponta para a mesa. Gênio!!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Post nº 100!!!

Pois é, cheguei ao 100º post aqui do blog e quando vi fiquei super feliz. É um desses marcos bobos, mas que animam a gente.

Só que esse post fala sobre uma coisa meio chatinha. Ontem, quando cheguei na creche encontrei a coordenadora na porta e ela se apressou em me contar: "Olha Talita, o Ciro levou um tombo e machucou essa parte do nariz e a boca. Então, não se assuste, porque está meio inchado..."

Como reagir numa situação dessas? Fui correndo ver o príncipe, que realmente estava com o nariz e a boca num tom vermelho-arroxeado e seu lábio superior ficou inchado igual ao da minha mãe quando ela fez preenchimento com colágeno (desculpa mãe, mas foi o único exemplo que pensei, rsrs).

Depois de pagá-lo a nova professora veio como quem não queria nada e perguntou: "Ele costuma ter sangramento no nariz?". "Não!!", respondo. Então ela me diz que o narizinho dele ficou sangrando depois da queda. Ai que aperto no coração!!! Ciro é uma criança super cuidadosa, se apoia nas coisas para descer, subrir, enfim... Bem, não teve mais sangramento e hoje, apesar da ferida que ficou, está muito bem e aparentemente sem dor.

Agora uma coisa bacana, quando estava no metrô indo para a creche, adivinha quem estava sentado bem em frente a mim? Sergio Mallandro!!! É mole?!? De início ele estava com um oclão (?) escuros e boné e fiquei pensando que aquele cara era muito parecido com o Sergio Mallandro, mas depois ele tirou os óculos e perguntou para o colega do lado qual era a estação, daí tive certeza que ele era ele mesmo!! Sensacional!

Nota: Filho, um dia você vai ler esse blog e vai se perguntar quem diabos é esse cara. Então aí vai... Sergio Mallandro (esse aí da foto) era um humorista famoso que era jurado num programa de calouros da televisão e a mamãe adorava, junto com o Bozo e Os Trapalhões (que você também não conhece).

Ah, tirei uma foto do Ciro estrupiado, tadinho. Mas não baixei, então assim que puder, posto aqui.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Lazer para entreter ou relaxar?

Hoje, ao sairmos para trabalhar, eu e marido estávamos com uma cara de cansados de dar pena. Mas como, depois de 6 dias em casa? Foi muito gostoso curtir esse tempo em família, mas chegamos a conclusão de que seria melhor mesmo ter viajado, saído um pouco da rotina.

Ficamos juntos desde sexta, fomos ao clube, ao parquinho... essas coisas. Nenhum programa em especial. Mas conforme os dias se passaram, notamos que o Ciro foi ficando muito colado comigo, chegando ao ponto de não querer ir nem com o pai. Ele agarrava minha mão e me fazia ir com ele a tudo que é canto, sob pena de crises de grito e choro.

Ficamos preocupados, porque a creche veio falar conosco sobre essa alteração de comportamento repentina dele, de ficar chorando muito quando é contrariado e ao final, atribuimos a mudança de turma e professora. Mas em casa ele também anda inseguro e carente... A professora diz que é fase... Espero que sim.

No mais, hoje a empresa que trabalho está deserta. Para se ter uma ideia, no meu setor só tem eu. Todo mundo queimou uns diazinhos de férias para emendar o Carnaval. Está tão estranho, porque a área normalmente é bem agitada (9 mulheres e 1 homem, rs).

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Muito mais do que amor...

Precisa dizer alguma coisa?

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Cadê? Tá aqui! Muito beeeem!!

Ontem depois do banho, coloquei o Ciro no trocador e como sempre fiquei meia hora beijando os pezinhos dele. Aí me bateu a ideia de ensiná-lo que aquelas duas coisinhas fofas e maravilhosas são seus pés. Então comecei: "Cadê o pé do Ciro?", "Aqui o pé do Ciro!". Depos de tanto perguntar cadê, fazendo aquele gesto com as mãos suspensas no ar, o pequeno fez igualzinho!!

Foi muito fofo e inusitado, porque estava tentando ensinar uma coisa e ele fez outra ainda mais legal!! Então seguimos num ciclo de imitações e amor profundo que foi sensacional! Eu fazia o cadê, ele imitava; daí eu falava "Muito bem!!" e ele batia palminhas. Assim se seguiu até ele cansar da brincadeira (eu particularmente ficaria lá para sempre).

Ah, descobri que a bolota que caiu no meu ombro foi de uma amendoeira!

E por fim, seguem as fotos do príncipe fantasiado, que fiquei devendo. E como ele é um príncipe do povo, que não gosta de ostentar, foi vestido de Aladim.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Reunião de pais e mestres

Hoje teve reunião de pais e mestres na creche e lá fui eu toda feliz e contente para o grande evento (esses compromissos "de mãe" me encantam). Cheguei lá e o clima era de pura alegria. Levei o pequeno para o berçário e a berçarista me corrigiu dizendo que agora ele fica no maternal. Ops!

Enfim, deixei pequeno no maternal e logo me deparei com tanta gente nova, mães e crianças e gente indo e vindo. Encontrei mamães que conheço e outras que ainda não. Mas o mais legal foi ir avançando e ver todos comprimentando o Ciro. Ele é um bebê muito famoso!! Me sinto até mal porque todas as mães conhecem meu filho e eu não conheço o filho de ninguém...

Bem, começando a reunião, aquele monte de pai (eu inclusive) sentando naquelas cadeirinhas micras de criança. Muito bacana. A Coordenadora do curso começa a falar sobre as mudanças previstas para o ano letivo e a passar alguns recados. Ao final, teve dinâmica de grupo e fui conhecer a nova professora do príncipe, a morá Lea. Um doce de pessoa!!!

Ah, uma coisa que aconteceu comigo ontem e que preciso compartilhar: Estava indo pegar o Ciro na creche e uma daquelas frutas meio bolotas que sempre caem no capô dos carros caiu bem no meu ombro! Gente, como aquilo dói!!!!! Estou dolorida até agora... esse treco é um crime!!

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Criei coragem - A chegada do príncipe

Ó gente, esse post é grande, mas para quem tem interesse no assunto, vale a pena ir até o fim.

Tem umas histórias que sei que fico devendo aqui no blog, fico enrolando dizendo que vou contar, vou escrever... mas a verdade é que me falta coragem. Bem, hoje alguma coisa mudou, porque acordei com vontade de falar sobre a batalha para ter nosso filho.

Acho que essa inspiração veio para dar força a muitas "tentantes" blogueiras que relatam sua luta para ter um bebê. Bem, para elas, aqui vai um relato da minha história.

Sempre quis ter um filho! Sonhava em casar e engravidar logo, e assim nós fizemos. O Gabi também queria ter filhos e com 8 meses de casados engravidei, foi no 3º mês de tentativa. Lembro que fiquei viciada em teste de gravidez de farmácia. Comprava um monte e o Gabi tinha que escondê-los porque senão eu fazia todos de uma vez (pessoa doida).

Ficamos muito felizes e logo contamos para todos. Fizemos cartões e distribuimos para toda a família dizendo "Você vai ser vovó" ou "Você vai ser titio"... Isso foi em novembro de 2006. Então, um belo dia, em janeiro de 2007, depois de um passeio no shopping cheguei em casa e fui ao banheiro, eis que quando cheguei vi que tinha uma pequena mancha de sangue na calcinha. Liguei para a médica que disse que um pouco de sangue era normal por conta da nidação, mas que se eu estava muito nervosa, poderia ir à Perinatal para fazer uma ultra. Foi o que fizemos.

Quando chegamos lá a médica começou a procurar batimentos e nada, ligou o dopler e nada, olhou novamente... até que veio a notícia... o neném já estava a aproximadamente 2 semanas sem vida no útero e meu corpo não havia dado nenhum sinal. O colo do útero continuava fechadinho e só pude fazer a curetagem 2 dias depois, porque o colo não abria e a médica teve que aplicar uma medicação para forçar a abertura do útero e as contrações.

Vocês imaginam o que é ficar 3 dias com o bebê sem vida dentro de você? Pois bem, quando as contrações (absurdamente dolorosas) começaram fui para o hospital, onde eles fizeram uma raspagem (2ª pior dor da minha vida - a 1ª vem daqui a pouco) e depois a curetagem.

Depressão total nos tempos que se seguiram. Não conseguia fazer mais nada, parecia que tinham me arrancado um braço! Bem, mas o tempo passou e em abril eu engravidei novamente. Dessa vez decidimos ficar low profile e não contar para ninguém até completar o 3º mês. Mas isso novamente não aconteceu. Em um dia de maio acordei com uma dor horrível no ventre que só aumentava, até que me levantei da cama e senti a maior dor da minha vida, só me lembro de ter caido no chão e apagado por um momento.

Quando acordei estava sangrando e meu marido desesperado ligando para a médica. Fomos correndo para o hospital. o diagnóstico: Uma Gravidez Tubária que arrebentou a minha trompa, porque o bebê já tinha crescido e eu já estava num processo avançado de hemorragia interna. Estava sangrando para dentro do útero e já tinha perdido muito sangue. Fui direto para uma cirurgia de emergência, onde tive que retirar a trompa direita.

Desta vez meu mundo acabou!!!! Fiquei cheia de pontos, foi uma recuperação super sofrida e neste momento tive certeza que não poderia mais ser mãe. A surpresa seguinte que tivemos foi quando o hospital ligou para falar que a análise da trompa tinha acusado um tumor!! É mole? Fiquei apavorada, mas minha médica querida (Dra. Emiliane - quem quiser o telefone dela... indico de olhos fechados) estranhou e pediu para eu levar a lâmina numa pessoa da confiança dela (que disse que não era nada, apenas um resíduo de uma infecção que eu tive).

Essa foi a fase mais negra da minha vida. Fiquei reclusa, perdi "amigos" (em amigos, entende-se pessoas que não souberam respeitar e/ou entender o nosso momento. Teve gente até que ficou p. da vida comigo!). Vai entender esssa gente...

Em dezembro a médica me mandou fazer um exame que seria definitivo para saber se eu poderia ter filhos pelo método convencional, chamado histerosalpingografia, onde o médico injeta um contraste que percorre todo o colo do útero e a trompa que restou, para saber se tem alguma outra obstrução. Nunca vou esquecer quando a médica falou que a trompa esquerda era "linda"!

Sendo assim, em janeiro de 2008 a médica me deu alta para voltar a tentar. Fiquei feliz, mas ao mesmo tempo apavorada, porque agora, com apenas 1 trompa, achei que levaria uma eternidade. Engravidei em fevereiro, no 1º mês de tentativa...

Nove meses depois chegou o meu anjo, minha vida, meu príncipe. Durante esse período conversei muito com ele, pedindo para que não tivesse medo de vir, que ele seria muito amado... E ele veio, nosso Ciro!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Oh abre alas que eu quero passar

Neste sábado Ciro foi ao seu primeiro bailinho de Carnaval, o Bloco das Mamadeiras, lá em Botafogo. Príncipe estava lindo, fantasiado de Aladim (ainda não baixei as fotos do fim de semana, mas prometo que coloco)!!

Ficou fascinado com a bandinha, fez amizade com o "Tarzan" e jogou charme para uma das "Odaliscas". Só que a música acabou logo para dar lugar ao desfile de fantasias e aí fomos para o parquinho no condomínio do vovô, que era muito mais divertido.

Ah, outra coisa legal do sábado foi o passeio de carrinho com o Tio Cacos e a Tia Rê, pra deixar os papais almoçarem com calma (também tem foto). Ciro adorou e dormiu muito engraçado no possante.

Domingo teve almoço de aniversário da bisa Rachel e Ciro encontrou todos os priminhos, aliás essa foi a primeira vez que o Ciro realmente interagiu com um deles. Pequeno se sacudia e Ricardinho imitava! Adorei!!!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Do Berçário ao Maternal

Gente, para tudo!!

Acabei de ligar para a creche para saber do príncipe (já que ele passou os últimos 2 dias em casa com febre) e pedi para falar com a berçarista para saber dele. Eis que ela me diz que Ciro não estava lá e sim fazendo adaptação no Maternal!!

Não é sensacional? Ela passou o telefone para a coordenadora da creche, que me explicou que o pequeno estava ficando irritado e sentindo-se limitado no espaço dos bebês. Assim, foi fácil identificar que já estava na hora de fazer a transição. Disse que ele passou a manhã super bem, adorou a professora e fez as atividades direitinho.

Gostou tanto que ficou até mais tempo do que o inicial para um primeiro dia de adaptação.

Meu bebê está crescendo e virando um rapazinho. Novamente o coração se divide. Feliz porque pequeno já não é mais tão pequeno, mas triste porque pequeno já não é mais tão pequeno. Parece doideira? Quem é mãe sabe do que estou falando, rsrsrs.

Parabéns por mais esta conquista, filho lindo!!

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Saindo da rotina - Passeio ao Jardim Botânico

Já tem um tempo que venho querendo fazer programas diferentes com a família e este domingo fomos ao Jardim Botânico. Que passeio legal!!! Nos divertimos muito e o Ciro ficou encantado com tanta novidade. O lugar é realmente muito bem estruturado para quem tem criança pequena e certamente repetiremos o passeio.

Ah, filho, uma curiosidade sua. Você detesta ficar com as mãozinhas sujas de areia. Cada vez que você caia e sujava as mãos ficava que nem uma estátua, paradinho, até que um de nós fôssemos limpar...

Hoje o príncipe está fazendo 1 ano e 3 meses. Parabéns filhão!!

Hoje também Ciro está com febrão, na verdade, desde ontem que ele anda meio febril, mas hoje a creche ligou porque ele chegou a 39.0º. Estou em casa com ele no momento e aproveitando que consegui fazê-lo dormir para escrever o post e responder uns e-mails de trabalho. Essa é outra coisa... Está tendo um urucubaca lá no setor que toda hora alguém fica doente. Eita!

Aqui vão algumas lindas fotos do programa de domingo. Ah, gente, o Ciro deu seu primeiro beijo!!! De verdade, uma menina se apaixonou por ele, veio e deu um beijinho!! Está registrado... É a última foto.


E fechando com chave de ouro (seguindo a sugestão da Jurema, de colocar alguns vídeos), aí vai um filminho do Ciro curtindo la vida loca.

video